Premiações nos Salões de Belo Horizonte: da “desmaterialização” à realidade do circuito artístico (1969 a 1972). (2015).

Resumo

Esta pesquisa se situa na emergência da arte contemporânea em Belo Horizonte, na transformação do cenário artístico e na proposição da “desmaterialização artística”, com experimentações que caracterizaram o final da década de 1960 se estendendo à década de 1970. As propostas de “desmaterialização artística” são tendências oriundas dos projetos das vanguardas históricas, que questionaram categorias artísticas estabelecidas buscando a integração da arte com a vida. O objetivo é analisar as modificações do circuito artístico mineiro, paralelamente a algumas obras concorrentes nos Salões e ao discurso crítico realizado sobre elas. Tal análise significa o preenchimento de uma lacuna no período de 1969 a 1972 no que se refere às transformações artísticas no cenário da capital mineira, destacando o âmbito da realização dos Salões Nacionais de Arte de Belo Horizonte. Os resultados da pesquisa denotam a constatação de “efervescência” e posterior “anemia” destes Salões. A metáfora é para elucidar que enquanto em 1969 o Salão expressava toda a ebulição que as transformações demandam, esse processo não teve continuidade, e em 1972 as inovações já não apresentavam a mesma intensidade.
Palavras-chave: desmaterialização artística, experimentações, modificações, Salões de Arte.

Abstract

This research lies in the emergence of contemporary art in Belo Horizonte, in the transformation of the art scene and the proposition of “artistic dematerialization” with trials that characterized the late 1960 extending to the 1970s. The artistic dematerialization proposals are trends derived from the historical avant-garde projects that questioned artistic categories established seeking the integration of art and life. The goal is to analyze the art scene changes of Minas Gerais, along with some competing works in salons and critical discourse held about them. Such analysis means filling a gap in the period 1969-1972 with regard to artistic transformations in the state capital scenario, highlighting the context of the realization of the Salões Nacionais de Arte de Belo Horizonte. The survey results show the realization of “effervescence” and later “anemia” of these salons. The metaphor is to clarify that while in 1969 the Hall expressed all boiling that transformations require this process was not followed, and in 1972 presented the innovations were not so intense.
Keywords: artistic dematerialization, trials, modifications, Art salons.

Leia o texto na íntegra: ALVES, Joana D’arc de Jesus; VIVAS, Rodrigo. Premiações nos Salões de Belo Horizonte : da ‘desmaterialização’ à realidade do circuito artístico (1969 a 1972). 2015. 113 f. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Belas Artes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s