O Jardineiro (Descanso do Colono), 1915.

anibal-mattos-o-jardineiro-descanso-do-colono-1915-oleo-sobre-tela-colecao-particular

Aníbal Mattos. O Jardineiro (Descanso do Colono), 1915. Óleo sobre tela. Coleção particular.

A obra O Jardineiro representa um trabalhador segurando uma enxada com a mão direita, e com o seu braço esquerdo, apoia-se na perna, sentado em um banco. Entre as árvores existe um caminho que leva a uma pequena casa ao fundo que demarca a distância entre o primeiro plano, o trabalhador, e o segundo plano, a casa. O jardineiro assume uma postura demasiadamente rígida para representar um momento de descanso. A pose rígida não coincide, entretanto, com o rosto. O jardineiro está com os olhos entreabertos fumando um cigarro. Entre os pés do personagem é possível notar o que parece ser um maço de cigarros com uma caixa de fósforos. Apesar de sentado, não abandona seu instrumento de trabalho: a enxada firme com a mão direita.

Para saber mais: VIVAS,Rodrigo. Por uma História da Arte em Belo Horizonte: Artistas, exposições e salões de arte. Belo Horizonte: C/ Arte, 2012. 248 p.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s