Abstração, 1960.

7-malagoli

Ado Malagoli. Abstração. 1960. Tinta a óleo s/tela. 65 x 83 cm. Prêmio Pintura, XV SMBA/PBH,1960. Acervo Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte.

Abstração com ponto vermelho recebe o primeiro prêmio do Salão no mesmo ano que Fukushima. A crítica em 1960 corrobora com a premiação: “[…] muito merecido o prêmio conquistado por Ado Malagoli, pintor gaúcho. É um quadro abstrato que narra pelos olhos com leveza e suavidade”. Malagoli teria uma “[…] longa experiência artística, e somente há alguns anos abandonando as trilhas acadêmicas, revelou-se como um dos grandes pintores informais”. O artista sobrepõe, a partir do empaste, os tons verde, azul, marrom, preto, amarelo, ocre e vermelho. O resultado é um movimento espiralado no qual a presença do vermelho assume o espaço mais significativo. Esse movimento é acentuado pela pouca luminosidade à extrema esquerda do observador, a qual se desenvolve de um fluxo oriundo da área branca até à direita em tons amarelados, acentuados pela iluminação solitária na extremidade superior da mesma direção.

Para saber mais: VIVAS, Rodrigo. Abstrações em movimento: Concretismo, Neoconcretismo e Tachismo. Porto Alegre: Zouk, 2016. 140 p.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s