Vladmir Tatlin. Relevo de canto, 1915.

captura-de-tela-2017-01-12-as-14-07-34

Vladmir Tatlin (1885-1953): Relevo de canto, 1915. Ferro, alumínio e base, 78,7 cm x 152 cm x 76,2 cm (destruído; reconstrução feita por Martyn Chalk, 1966-70, a partir de fotografias do original). Fischer Fine Art, Londres. (Foto)

linha-divisoria

Fonte: KRAUSS, Rosalind. “Espaço analítico: futurismo e construtivismo”, in: Os caminhos da escultura moderna. São Paulo: Martins Fontes, 2001, p: 49-84.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s