Programa de Curso – Moderna – 2018/01

Programa de Moderna e Contemporânea – 2018/01

Aula no Cad 2, sala b310

 

FAÇA O DOWNLOAD DOS TEXTOS DO SEMESTRE

INICIAR DOWNLOAD

 

Informações Gerais sobre a disciplina: 

As aulas terão início às 13:20 com a realização da chamada.

O primeiro turno será de 13:30 às 15:00 horas. Com 30 minutos de intervalo.

O segundo turno terá início às 15:30 com término previsto para 17:10.

É obrigatório trazer os textos para discussão em sala.

____________________________________________________________________________________________

Aula: 07/03/2018

Tema: A história da arte como disciplina humanística

Definição de História e Crítica de Arte. Modalidades de crítica. A importância da história. As diferenças da história da arte e outros campos de conhecimento. O olhar estético e olhar artístico. 

Texto obrigatório:

PANOFSKY, Erwin. A História da Arte como disciplina humanística. Significado nas artes visuais. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1979. pp. 19-46.

 

Referências mencionados na discussão em sala:

FOUCAULT, Michel. O que é a crítica Crítica e Aufklärung

 

BARTHES, Roland; PERRONE-MOISÉS, Leyla. Critica e verdade. 3. ed. São Paulo: Perspectiva, 1999. 231 p. (Debates ; 24).

GINZBURG, Carlo. “De Warburg a Gombrich”. In: Mitos, emblemas e sinais – Morfologia e História. São Paulo, Companhia das Letras, 1990.

 

____________________________________________________________________________________________

14/03/2018

Texto obrigatório:

BOURDIEU, P. Gênese histórica de uma estética pura. In: BOURDIEU, P. O poder simbólico. Lisboa: Difel, 1989. pp. 281-299

Referências:

DANTO, Arthur Coleman. Após o fim da arte: a arte contemporanea e os limites da história. São Paulo: EDUSP: Odysseus, 2006.

DANTO, Arthur Coleman. A transfiguração do lugar-comum: uma filosofia da arte. São Paulo: Cosac & Naify, 2005.

____________________________________________________________________________________________

Aula 21 de março:

A estética impressionista

Artistas analisados: Claude Monet; Renoir; Degas; Manet

Indicação:

SCHAPIRO, Meyer. O conceito e o método do impressionismo. In: Impressionismo: reflexões e percepções. São Paulo: Cosac & Naify, 2002.

Gêneros pictóricos:

Os textos abaixo compõem o livro:
LICHTENSTEIN, Jacqueline. (ORG.). A pintura. Vol. 10. Generos Pictóricos. Sao Paulo 34, 2006. 

LANEYRIE-DAGEN, Nadeije. Os gêneros pictóricos. In: LICHTENSTEIN, Jacqueline. (ORG.). A pintura. Vol. 10. Generos Pictóricos. Sao Paulo 34, 2006

DIDEROT, Denis (1713-1784). A apologia do grande estilo e as seduções dos gêneros menores (1766, 1763, 1765, 1767). In LICHTENSTEIN, Jacqueline. (ORG.). A pintura. Vol. 10. Generos Pictóricos. Sao Paulo 34, 2006

 

Atividade:

Análise de uma obra impressionista segundo Shapiro

 Entrega dia 27 de março de 2018 às 20 horas.

 

____________________________________________________________________________________________

28/03/2018

Desenvolvimento da estética moderna:

Artistas analisados: Cezanne; Seurat; Signac; Van Gogh e Gauguin

Texto indicado:

ARGAN, G. C. Paul Cézanne, George Seurat. In: Arte Moderna: São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

ARGAN, G. C. Vicent Van Gogh, Henri Toulouse-Lautrec, Paul Gauguin. In: Arte Moderna: São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

 

Referência complementar:

BRITES, Blanca; TESSLER, Elida (Org.). O Meio como ponto zero metodologia da pesquisa em artes plásticas. Porto Alegre. Universidade/UFRGS, 2002.

LACERDA Aroldo Dias. Entre linhas e cores: um olhar em devaneio para o desenho infantil nos primeiros anos do Ensino Fundamental diante da atuação docente. 2012. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Educação, Belo Horizonte, 2012.

____________________________________________________________________________________________

04/04/2018

Expressionismo Alemão:

Texto obrigatório:

HARRISON, Charles. O expressivo e o expressionista. in: Primitivismo, Cubismo, Abstração; Começo do século XX. Cosac & Naify Edições, 1998.

 

____________________________________________________________________________________________

11/04/2018

GOODING, Mel. A abstração e o invisível. In: Arte abstrata. São Paulo: Cosac & Naify, 2002.

GOODING, Mel. A abstração e o visível.In: Arte abstrata. São Paulo: Cosac & Naify, 2002.

 _____________________________________________________________

18/04/2018

 

HARRISON, Charles. FRASCINA, Francis. PERRY, Gill. Essa liberdade e essa ordem: a arte na França após a Primeira Guerra Mundial. In: Realismo, Racionalismo, Surrealismo. A Arte no entre-guerras. São Paulo: Cosac & Naify Edições.

 _____________________________________________________________

25/04/2018

Avaliação

Valor 40 pontos

Todos os textos estudados em sala.

____________________________________________________________________________________________

02/05/2018

WOOD, Paul. O expressionismo abstrato e a política. In: Modernismo em disputa. A arte desde os anos quarenta, São Paulo: Cosac & Naify, 1998.

____________________________________________________________________________________________

09/05/2018

MCCARTHY, David, Arte Pop. São Paulo – Cosac & Naify, 2002.

____________________________________________________________________________________________

16/05/2018

 

WOOD, Paul. Modernidade e Modernismo reconsiderados. IN Modernismo em disputa_A arte desde os anos quarenta, São Paulo_Cosac & Naify, 1998

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s