Moderna e Contemporânea – 2018/02

Curso de Moderna e Contemporânea

Professor Rodrigo Vivas

Faça o download de todos os textos

 

Tema: A história da arte como disciplina humanística

 

Definição de História e Crítica de Arte. Modalidades de crítica. A importância da história. As diferenças da história da arte e outros campos de conhecimento. O olhar estético e olhar artístico.

Referência obrigatória:

PANOFSKY, Erwin. A História da Arte como disciplina humanística. Significado nas artes visuais. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1979. pp. 19-46.

 

Tema: Mundos da arte

 

A atividade artística como uma prática coletiva. As modalidades artísticas nos “mundos da arte”. A análise será realizada a partir dos seguintes capítulos: Mundos da Arte e Actividade Coletiva; As convenções; A Estética, os Estetas e os Críticos.

Referência obrigatória:

BECKER, Howard S. Mundos da Arte. Trad. Luis San Payo. Edição comemorativa do 25º aniversário, revista e aumentada. Lisboa: Livros Horizonte, 2010. 327p.

 

Tema: o Impressionismo e a narrativa modernista

Meyer Schapiro constrói uma narrativa para explicar como os artistas impressionistas buscaram romper com a tradição artística para justificar a introdução ao primeiro movimento moderno.

 

Referência obrigatória:

SCHAPIRO, Meyer. O conceito e o método do impressionismo. In: Impressionismo: reflexões e percepções. São Paulo: Cosac & Naify, 2002.

 

Tema: Desenvolvimento da estética moderna

 

Artistas analisados: Cezanne; Seurat; Signac; Van Gogh e Gauguin

 

Referência obrigatória:

ARGAN, G. C. Paul Cézanne, George Seurat. In: Arte Moderna: São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

ARGAN, G. C. Vicent Van Gogh, Henri Toulouse-Lautrec, Paul Gauguin. In: Arte Moderna: São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

 

Tema: Expressionismo Alemão

 

Referência obrigatória:

HARRISON, Charles. O expressivo e o expressionista. in: Primitivismo, Cubismo, Abstração; Começo do século XX. Cosac & Naify Edições, 1998.

 

Tema: Abstrações em movimento

Referência obrigatória:

GOODING, Mel. A abstração e o invisível. In: Arte abstrata. São Paulo: Cosac & Naify, 2002.

GOODING, Mel. A abstração e o visível. In: Arte abstrata. São Paulo: Cosac & Naify, 2002.

Tema: Retorno à ordem

Referência obrigatória:

HARRISON, Charles. FRASCINA, Francis. PERRY, Gill. Essa liberdade e essa ordem: a arte na França após a Primeira Guerra Mundial. In: Realismo, Racionalismo, Surrealismo. A Arte no entre-guerras. São Paulo: Cosac & Naify Edições.

Tema: Expressionismo Abstrato

Referência obrigatória:

WOOD, Paul. O expressionismo abstrato e a política. In: Modernismo em disputa. A arte desde os anos quarenta, São Paulo: Cosac & Naify, 1998.

 

Tema: Arte Pop

Referência obrigatória:

MCCARTHY, David, Arte Pop. São Paulo – Cosac & Naify, 2002.

 

Tema: Teoria Crítica e ação cultural, Arte e Política, Classe e gênero

Referência obrigatória:

WOOD, Paul. Modernidade e Modernismo reconsiderados. IN: Modernismo em disputa. A arte desde os anos quarenta, São Paulo: Cosac & Naify, 1998

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s