Programa de Curso – Artes Visuais 1

Artes Visuais 1 – 2019/01

Artes Visuais I

Professor Dr. Rodrigo Vivas

Doutor em História da Arte – UNICAMP

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4767146U6

email: rodvivas@gmail.com

 

 Tópico 1: Introdução à disciplina História da Arte:

Texto obrigatório:

VIVAS, Rodrigo; GUEDES, Gisele. DA NARRATIVA COMUM À HISTÓRIA DA ARTE: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA. Art Sensorium. Revista Interdisciplinar Internacional de Artes Visuais. 2015. VOL. 2, N.1

 

Referências complementares:

JIMENEZ, Marc. O que é estética. Tradução por Fulvia M. L. Moretto. São Leopoldo_ UNISINOS, 1999. 413 p.

VIVAS, Rodrigo; ANDRADE, Marco Paqualini de; FUREGATTI, Sylvia. Narrativas sobre a universalidade da Arte. PÓS:Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG. v.7, n.13: mai.2017 Disponível em https://eba.ufmg.br/revistapos

____________________________________________________________________________________________

Introdução aos Métodos da História da Arte;

Tópico 2: Formalismo e Iconografia

PANOFSKY, Erwin. Iconografia e Iconologia: uma introdução ao Estudo da Arte na Renascença. In: Significado nas artes visuais. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1979. p. 47-87.

WOLFFLIN, Heinrich. Conceitos Fundamentais da História da Arte. São Paulo: Martins Fontes, 1984

 

__________________________________________________________________________________________

Tópico 3: Trezentos

ARGAN, Giulio Carlo. O Trezentos. História da arte italiana: volume 2: de Giotto a Leonardo. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 21-83

 

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

 

Tópico 4:Quatrocento Italiano

ARGAN, Giulio Carlo. Quatrocentos. História da arte italiana: volume 2: de Giotto a Leonardo. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 129-177

Objetivo:

No princípio do Quatrocentos cumpre-se, em Florença, uma transformação da concepção, dos modos, da função da arte tão radical quanto a que se completara, um século antes, com Giotto. Os primeiros protagonistas do movimento são um arquiteto, Filippo Brunelleschi, um escultor, Donatello, um pintor, Masaccio: suas obras estão relacionadas, mas as três personalidades são diversamente caracterizadas.

Tópico 5:Brunelleschi, Masaccio, Donatello

ARGAN, Giulio Carlo. Brunelleschi, Masaccio, Donatello. História da arte italiana: volume 2: de Giotto a Leonardo. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 177-189

Objetivo:

Estudo dos artistas Brunelleschi, Masaccio e Donatello.

Tópico 6:Alternativa Flamenga

ARGAN, Giulio Carlo. Alternativa Flamenga. História da arte italiana: volume 2: de Giotto a Leonardo. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 189-192.

Objetivo:

Analisar uma obra de Rogier van der Weyden em comparação com Fra Angelico.

Tópico 7:A síntese entre verdade intelectual e verdade dogmatica

ARGAN, Giulio Carlo. A síntese entre verdade intellectual e verdade dogmatica. História da arte italiana: volume 2: de Giotto a Leonardo. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 249-259.

Tópico 8:   O contraste de tendências

ARGAN, Giulio Carlo. O contraste de tendências. História da arte italiana: volume 2: de Giotto a Leonardo. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 259-269.

Tópico 9:   Ut picture, ita visio: modelo do olho em Kepler e a natureza do ato de pintar no Norte.

ALPERS, Svetlana. Ut picture, ita visio: modelo do olho em Kepler e a natureza do ato de pintar no Norte In: A arte de descrever: a arte holandesa no século XVII. trad. Antônio de Pádua Danesi, São Paulo, EDUSP, 1999, p. 83-157.

Tópico 10: Bramante e Leonardo em Milão

ARGAN, Giulio Carlo. Bramante e Leonardo em Milão. História da arte italiana: volume 2: de Giotto a Leonardo. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 373-378.

Tópico 11: Michelangelo, Leonardo e Rafael em Florença

ARGAN, Giulio Carlo. Michelangelo, Leonardo e Rafael em Florença. In: História da arte italiana: volume 3. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 25-36.

Tópico 12:Bramante e Rafael em Roma

ARGAN, Giulio Carlo. Bramante e Rafael em Roma. In: História da arte italiana: volume 3. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 36-47.

Tópico 13: Michelangelo em Roma

ARGAN, Giulio Carlo. Michelangelo em Roma. In: História da arte italiana: volume 3. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 47-66.

Tópico 14:  Michelangelo em Florença

ARGAN, Giulio Carlo. Michelangelo em Florença. In: História da arte italiana: volume 3. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p. 66-72.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s